Novo Coronavírus

Minas Gerais Justiça dá 24 horas para Governo de Minas conseguir UTI para idoso 

Justiça dá 24 horas para Governo de Minas conseguir UTI para idoso 

Homem de 72 anos procurou unidade de saúde em Ribeirão das Neves em 26 de julho e precisa ser entubado, mas não há leitos na cidade, segundo o MP

Segundo MP, não há UTI em Ribeirão das Neves

Segundo MP, não há UTI em Ribeirão das Neves

Prefeitura de Ribeirão das Neves / Divulgação

A Justiça em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, determinou que o Governo de Minas transfira um idoso de 72 anos para ser atendido em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O Estado tem até 24 horas para cumprir a determinação judicial. 

De acordo com denúncia do Ministério Público, o homem deu entrada em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) na cidade em 26 de julho, com dor no peito, dor de garganta, tosse e desconforto respiratório. No local, o relatório médico apontou a necessidade de entubação e transferência para um leito de terapia intensiva já que havia "grande risco de morte". 

Segundo o MP, não há leitos de UTI na rede pública de Ribeirão das Neves. Dessa forma, o Estado deve intervir para garantir uma vaga em alguma unidade de saúde de Minas Gerais ou comprar leito em hospital privado, caso não haja. Se o governo estadual não cumprir a decisão deve pagar multa diária de R$ 1 mil. 

De acordo com a decisão da juíza Genole de Moura, o Estado tem o dever de fornecer "medicamentos e o que mais for indispensável ao restabelecimento da saúde dos cidadãos hipossuficientes”.

A reportagem entrou em contato e aguarda posicionamento do Governo de Minas sobre o assunto. 

Últimas