Minas Gerais Justiça de MG manda soltar influenciador "Arnon do Grau"

Justiça de MG manda soltar influenciador "Arnon do Grau"

Jovem foi preso no último dia 7, suspeito de envolvimento em um assassinato na região oeste de Belo Horizonte

  • Minas Gerais | Ricardo Vasconcelos, da Record TV Minas

"Arnon do Grau" deve deixar o sistema prisional neste sábado (19)

"Arnon do Grau" deve deixar o sistema prisional neste sábado (19)

Reprodução/Instagram

Menos de duas semanas após ser preso por suspeita de envolvimento em um assassinato, o influenciador digital Arnon Henrique Palucio, conhecido como "Arnon do Grau",  teve a prisão temporária revogada pela Justiça, na noite desta sexta-feifra (18).

A decisão foi tomada após um pedido do MPMG (Ministério Público de Minas Gerais), que não encontrou um "indício consistente, sério e razoável" da participação do influenciador no crime, ocorrido em 2018, na Cabana do Pai Tomás, na região Oeste de Belo Horizonte.

De acordo com o defensor do influenciador, Smalley Queiroz, a previsão é a de que o cliente deixe o sistema prisional neste sábado (19), quando deve ser expedido o alvará de soltura. Arnon, de 29 anos, foi preso pela Polícia Civil no último dia 7 e conduzido ao Ceresp (Centro de Remanejamento de Presos) Gameleira, na região oeste da capital mineira. De acordo com o delegado Hugo Arruda, que comandou as investigações, Arnon e outros dois comparsas foram indiciados pelo assassinato de um homem. O motivo seria uma briga entre gangues de traficantes.

Na explicação do MP, Arnon teria namorado a filha de um dos envolvidos no crime e a suposta participação no caso teria se dado pelo fato de "haver transitado em veículo automotor, em via pública, em frente ao local do assassinato, momentos antes do crime", informou o órgão. Por conta disso, o MP entendeu que não houve indícios da participação do influenciador na morte de Guilherme Souza Soares das Dores. 

"Para nós o reconhecimento por parte do Ministério Público que seguiu o entendimento da defesa de que não havia nenhuma prova do envolvimento dele com os fatos criminosos foi uma medida de justiça", afirmou o defensor.

Em uma rede social, onde tem mais de 1,2 milhão de seguidores, "Arnon do Grau", como é conhecido, publica vídeos com manobras em motos e se apresenta como figura pública, humorista e influencer.

Últimas