Justiça garante pagamento de R$ 250 mi da Vale por tragédia em MG

Valor é referente a multas aplicadas pelo Ibama e pelo Governo de Minas; R$ 150 mi serão destinados aos parques ambientais de MG e o resto para obras

Tragédia de Brumadinho (MG) deixou 270 mortos

Tragédia de Brumadinho (MG) deixou 270 mortos

Ascom / AGU

A Justiça homologou um acordo entre a mineradora Vale e a AGU (Advocacia Geral da União) que garante o pagamento de uma multa de R$ 250 milhões da empresa para o Estado de Minas Gerais.

O valor é referente à multas aplicadas pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e pelo Governo de Minas.

Do total, R$ 150 milhões já foram depositados e serão destinados à melhorias em sete parques ambientais nacionais que ficam no Estado. Os R$ 100 milhões restantes serão aplicados em projetos de saneamento básico, tratamento de resíduos sólidos e implementação de áreas urbanas em Minas Gerais.

Veja: Bombeiros encontram caminhonete levada por lama em Brumadinho

O juiz Mário de Paula Franco, da 12º Vara Federal Cível e Agrária, classificou a decisão como “histórica” e destacou que a destinação dos valores não poderá ser alterada, principalmente para a aquisição de bens de consumo não-duráveis ou para o pagamento de salários atrasados.

Tragédia de Brumadinho

Na tarde do dia 25 de janeiro de 2019, a barragem da Mina Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, se rompeu. A tragédia matou 270 pessoas e 11 vítimas continuam sendo procuradas pelos Bombeiros.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel