Justiça não permite goleiro Bruno acompanhar nascimento do filho

Ele está preso em Varginha, no sul de Minas Gerais

Os dois se casaram em junho de 2016, na prisão
Os dois se casaram em junho de 2016, na prisão Reprodução/Facebook

A Justiça mineira não permitiu ao goleiro Bruno Fernandes sair da prisão para acompanhar o parto da atual mulher dele, a dentista Ingrid Calheiros. O bebê, que deve nascer neste mês, será a primeiro filho do casal.

O pedido para a liberação do goleiro foi feito pelo Nucap (Núcleo de Capacitação para a Paz), onde ele dá suporte em aulas de educação física para crianças. Porém, o juiz Maurício Navarro Bandeiro de Mello, da 1ª Vara Criminal e da Vara de Execuções Penais de Varginha, no sul de Minas Gerais, alegou que o atleta não poderá ser liberado, pois não há uma previsão legal para esta prática.

Segundo Mello, o jogador não poderia receber tratamento diferenciado e esse tipo de privilégio aos detentos tumultuaria a comarca.

Fernandes e Ingrid se casaram em junho do ano passado, na Apac (Associação de Proteção de Amparo ao Condenado) de Santa Luzia, onde ele cumpria pena. Eles começaram a namorar na época em que o processo do Caso Eliza Samudio ainda era julgado.

A dentista morava no Rio de Janeiro e se mudou para Varginha, no início deste ano, quando o goleiro foi solto e contratado pelo Boa Esporte, clube da cidade. Em abril, Fernandes voltou a ser preso e Ingrid permaneceu na cidade, onde o atleta ficou detido.

Além do filho com Eliza Samudio, Bruno Fernandes tem duas filhas com a ex-mulher Dayanne Rodrigues do Carmo Souza, inocentada no caso.

Condenação

Em 2013, Fernandes foi condenado a 22 anos e três meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado, no caso Eliza Samudio. A ex-modelo e amante do jogador desapareceu em 2010 e, até hoje, a Justiça não encontrou os restos mortais dela.

Em setembro deste ano, o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) reduziu a pena do jogador para 20 anos e nove meses de detenção.

* Pablo Nascimento, estagiário do R7