Coronavírus

Minas Gerais Kalil alerta que vai fechar BH caso "baderna" da covid não acabe

Kalil alerta que vai fechar BH caso "baderna" da covid não acabe

Prefeito da capital mineira alertou número de infectados voltou a crescer na cidade; "não trocávamos votos por vidas, imagina agora", disse o prefeito

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Kalil alertou sobre avanço da covid-19

Kalil alertou sobre avanço da covid-19

Hellen Oliveira / Record TV Minas

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), declarou nesta quarta-feira (25), que vai voltar a fechar a cidade para conter a covid-19, caso a "baderna" não acabe.

Durante pronunciamento para falar sobre a situação da pandemia na capital mineira, Kalil destacou que o ritmo de contaminação voltou a crescer na cidade.

— Irresponsabilidade, relaxamento, falta de empatia e ignorância podem nos levar ao fechamento total da cidade novamente.

Veja: Kalil diz vai interditar comércios e prender quem aglomerar em BH

O prefeito pediu, ainda, para que os representantes das empresas reforcem com cada setor a necessidade seguir os protocolos de segurança, para evitar uma nova suspensão das atividades.

— Viemos avisar que se não tínhamos medo e não trocávamos votos por vidas, imagina agora o medo que estou do voto depois de eleito.

O prefeito ainda destacou que as forças de segurança vão endurecer a fiscalização, fechando os estabelecimentos que estiverem funcionando irregularmente.

Veja: Prefeito diz que BH tem dinheiro para garantir vacina contra covid-19

O secretário de Saúde, Jackson Machado, destacou que o RT, que mede o índice de proliferação do vírus, e a ocupação de leitos de enfermaria e UTI (unidade de tratamento intensivo) estão na fase amarela.

Machado chamou atenção ainda para a ocupação nos hospitais particulares. Segundo o representante da prefeitura, ela dobrou de 10 de novembro até hoje.
 

Últimas