Novo Coronavírus

Minas Gerais Kalil anuncia hoje o que poderá abrir em BH nos próximos dias

Kalil anuncia hoje o que poderá abrir em BH nos próximos dias

Prefeito se reuniu com comitê da covid-19 nesta quarta-feira (5) para analisar os números da pandemia, que têm reduzido

Setores pedem mais flexibilização ao prefeito

Setores pedem mais flexibilização ao prefeito

Divulgação / PBH / Rodrigo Clemente

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), vai anunciar, na manhã desta quinta-feira (6), quais serão as orientações sobre o funcionamento do comércio da cidade nos próximos dias.

As normas serão divulgadas durante entrevista coletiva marcada para acontecer às 10h30. Além dele, estarão presentes os médicos do comitê da covid-19.

Kalil e os membros do grupo se reuniram a portas fechadas, nesta quarta-feira (5), para analisar os números da pandemia na cidade. Levantamento realizado pela reportagem mostra que os três indicadores que monitoram o avanço do coronavírus na capital mineira apresentaram redução por três dias seguidos nesta semana.

Desde o dia 22 de abril, o comércio não essencial de Belo Horizonte está autorizado a funcionar, seguindo protocolos e com restrições de horário para alguns setores. Bares, restaurantes e outros estabelecimentos que servem refeições só podem receber clientes de segunda à sábado, entre 11h e 16h. Aos domingos, apenas os serviços essenciais podem funcionar. Nem os supermercados estão autorizados a abrir nestas datas.

As escolas também foram autorizadas a receber os alunos de 0 a 5 anos após 13 meses de fechamento. Ainda assim, algumas categorias negociam mais flexibilizações, como é o caso da Abrasel-MG (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais) que enviou ao prefeito um pedido para que bares e restaurantes possam abrir no período noturno. A entidade alega que o funcionamento após às 18h é responsável por 70% do faturamento dessas empresas.

Últimas