Novo Coronavírus

Minas Gerais Kalil faz 1º repasse de R$ 6 milhões para pesquisa de vacina da UFMG

Kalil faz 1º repasse de R$ 6 milhões para pesquisa de vacina da UFMG

Prefeitura de BH se comprometeu a investir R$ 30 milhões em estudo de imunizante contra a covid-19 da universidade

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Divulgação/Amira Hissa/PBH

A Prefeitura de Belo Horizonte repassou à UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), nesta segunda-feira (31), a primeira parcela de R$ 6 milhões destinados à pesquisa da vacina contra a covid-19, chamada de Spintec.

O termo de patrocínio do estudo foi assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) na última quinta-feira (27).

O contrato prevê a aplicação de R$ 30 milhões para as fases 1 e 2 de estudos clínicos, que testam as vacinas em pequenos grupos de pessoas. A universidade ainda depende de autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para fazer os testes. As análises feitas em animais indicam resultados promissores.

Segundo a prefeitura, as próximas parcelas do financiamento serão repassadas à UFMG a medida em que os pesquisadores concluírem a fase anterior. A equipe do prefeito Alexandre Kalil ainda destacou que "os recursos vieram do Tesouro municipal, dentro da dotação orçamentária da Secretaria Municipal de Saúde, e serão repassados em cinco parcelas mensais de R$ 6 milhões até dezembro de 2021".

O cumprimento do termo de patrocínio e a destinação do dinheiro será fiscalizada por uma equipe formada por representantes da prefeitura, UFMG e da Fundep (Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep).

Em entrevista ao R7 no mês passado, o pesquisador Flávio Fonseca, do CT-Vacinas da UFMG informou que o grupo deve solicitar à Anvisa em breve a autorização para os testes em fases 1 e 2.

Últimas