Novo Coronavírus

Minas Gerais Lista mostra vacinados no alto escalão da Saúde Estadual em MG

Lista mostra vacinados no alto escalão da Saúde Estadual em MG

Então secretário, subsecretários e 10 superintendentes aparecem em relatório do Governo entregue a deputados para investigação

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, Lucas Pavanelli e Enzo Menezes, do R7 e Record TV Minas

Carlos Amaral foi exonerado do cargo de secretário

Carlos Amaral foi exonerado do cargo de secretário

Divulgação/Saúde

A lista de servidores vacinados, às escuras, na Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirma a imunização de então membros do alto escalão da pasta (veja os nomes abaixo).

Além dos ex-secretário Carlos Eduardo Amaral, secretário adjunto Marcelo Cabral, também aparecem no relatório 27 funcionários do gabinete principal. Entre eles, o chefe do setor, João Pinho.

Conforme já mostrado pela reportagem, todos os cinco subsecretários também receberam as doses das vacinas contra a covid-19, assim como os 10 superintendentes. Ainda não há confirmação de que eles permanecem no governo. Após a exoneração de Carlos Eduardo Amaral há a expectativa de sejam anunciadas mais demissões neste sábado (13).

Os dados estão na lista que o Governo de Minas entregou à ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), nesta sexta-feira (12). São 828 nomes, ao todo.

Leia também: MG vacinou 332 servidores que não iam a campo e ficam só no escritório

A Casa Legislativa vai usar o relatório na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instaurada para apurar denúncias de suposto 'fura-filas'. A presidência da Assembleia destacou que os nomes vacinados não necessariamente cometeram irregularidades. Os peritos vão investigar quem pode ter, de fato, cometido irregularidades e quem seriam os responsáveis.

O Ministério Público Estadual também investiga o caso revelado pelo R7 e pela Record TV Minas.

No decorrer da semana, Amaral, alegou que não houve irregularidades. Segundo ele, todos os servidores imunizados são de áreas estratégicas para manutenção das ações de combate à pandemia ou precisam ir a campo para trabalhar.

Veja quem foi vacinado no alto escalão e a justificativa apresentada:

Gabinete
 
    • Carlos Eduardo Amaral - ex-secretário de Estado de Saúde (trabalho em campo)
    • Marcelo Cabral – ex-secretário adjunto de saúde (trabalho em campo)
    • João Pinho - chefe de gabinete (trabalho em campo)

Subsecretários

    • Marcílio Dias Magalhães - Subsecretaria de Políticas e Ações de Saúde (trabalho em campo)
    • Juliana Ávila Teixeira - Subsecretaria de Regulação do Acesso a Serviços e Insumos de Saúde (trabalho presencial)
    • Janaína Passos de Paula - Subsecretaria de Vigilância em Saúde (trabalho presencial)
    • André de Andrade Ranieri - Subsecretaria de Inovação e Logística em Saúde (trabalho presencial)
    • Darlan Venâncio Thomaz Pereira - Subsecretaria de Gestão Regional (trabalho presencial)

Superintendentes

    • Grazielle Dias da Silva - Superintendência de Assistência Farmacêutica (trabalho presencial)
    • Camila Helen de Almeida Silva Oliveira - Superintendência de Atenção Primária à Saúde (trabalho presencial)
    • Daniela de Cássia Domingues - Superintendência de Regulação (trabalho presencial)
    • Elice Eliane Nobre Ribeiro - Superintendência de Vigilância Epidemiológica (trabalho presencial)
    • Filipe Curzio Laguardia - Superintendência de Vigilância Sanitária (trabalho presencial)
    • Débora Alessandra Kawahara Morelli - Superintendência de Planejamento e Finanças (trabalho presencial)
    • Marcos Gonzaga Milagres - Superintendência de Inovação, Logística e Tecnologia da Informação (trabalho presencial)
    • Laise Sofia de Macedo Rodrigues - Superintendência de Gestão (trabalho presencial)
    • Sandro Alves Bustamante - Superintendência de Gestão de Pessoas (trabalho presencial)
    • Gustavo Dias da Costa Martins - Superintendência de Contratualização e Programação (trabalho presencial)

Veja como anda a vacinação em todo Brasil:

Últimas