Coronavírus

Minas Gerais Mais da metade das regiões de Minas estão na onda vermelha

Mais da metade das regiões de Minas estão na onda vermelha

Macrorregiões Centro e Oeste se juntaram a outras sete na fase mais restritiva do programa de flexibilização Minas Consciente

  • Minas Gerais | Do R7

Nove regiões estão na onda vermelha

Nove regiões estão na onda vermelha

Divulgação / Governo de MG

O Governo Estadual decidiu, nesta quarta-feira (30), colocar as cidades das macrorregiões Centro e Oeste na onda vermelha do programa Minas Consciente, que orienta as ações de flexibilização durante a pandemia de covid-19.

Com a medida, nove das 14 macrorregiões de Minas estão na fase mais restrita do plano. Enquanto os números epidemiológicos apresentaram piora nas duas áreas, os municípios da região Sul conseguiram manter os índices estáveis e, assim, puderam avançar para a onda amarela, com restrições médias.

No nível vermelho, apenas serviços essenciais como farmácias, supermercados, padarias e bancos podem abrir. Na fase amarela, a prefeitura pode liberar comércio e bares. Já na onda verde, ficam liberadas atividades consideradas de maior risco de contaminação, como parques de diversões, feiras e eventos. A situação de cada cidade pode ser consultada neste link do governo.

Veja como fica cada região partir desta semana:
     
    • Onda vermelha: Centro, Oeste, Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Vale do Aço, Sudeste, Centro-Sul.
     
    • Onda amarela: Sul, Norte, Noroeste e Triângulo Norte;
     
    • Onda verde: Triângulo Sul.

Últimas