Novo Coronavírus

Minas Gerais Mais de 1.000 academias podem reabrir em BH após cinco meses

Mais de 1.000 academias podem reabrir em BH após cinco meses

Veja as normas de segurança que devem ser adotadas nos centros de treinamento físico, autorizados a funcionar a partir desta segunda-feira (31)

Academias não têm restrição de horário para funcionamento

Academias não têm restrição de horário para funcionamento

Reprodução/Unsplash

As mais 1.000 academias registradas em Belo Horizonte podem reabrir as portas a partir desta segunda-feira (31).

A medida foi autorizada pela prefeitura, na última semana, e não determina horários e dias de funcionamento para os estabelecimentos. Em contrapartida, as academias devem dar prioridade para atender os alunos que agendarem as aulas.

Esta é a primeira vez que o setor é liberado para abrir após cinco meses de pandemia. Dados da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão indicam que a capital mineira contava, até o mês de julho, com 1.090 academias formalizadas.

Para funcionar, os centros de condicionamento físico deverão seguir um protocolo de segurança contra o novo coronavírus. Cada estabelecimento só poderá permitir a presença de uma pessoa a cada sete metros quadrados.

Leia também: Veja os horários de funcionamento do comércio em BH

Os equipamentos deverão ficar mais afastados uns dos outros e os alunos deverão limpar os aparelhos antes e depois do uso. Além disso, a academia deverá aferir a temperatura de todos os clientes e funcionários, barrando a entrada de quem apresentar 37,8ºC ou mais.

Segundo o documento aprovado pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde, os alunos também não poderão compartilhar objetos como copos e toalhas e deverão usar os cabelos presos durante os treinos.

Quem decidir frequentar as academias deverá assinar um termo de responsabilidade confirmando ter ciência sobre todas as medidas de prevenção. O protocolo completo está disponível no site da Prefeitura de BH.

Últimas