Novo Coronavírus

Minas Gerais Metade das cidades de MG já reabriu o comércio, diz governador

Metade das cidades de MG já reabriu o comércio, diz governador

Segundo Romeu Zema, Governo de Minas vai orientar prefeitos no processo de flexibilização do isolamento social por meio de um programa lançado hoje

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Governador lançou plano para reativação da economia

Governador lançou plano para reativação da economia

Divulgação / Governo de Minas / Gil Leonardi

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), revelou nesta quinta-feira (23) que mais da metade das 853 cidades do Estado já flexibilizaram o isolamento social e reabriram seus comércios de forma total ou parcial. 

O Governo de Minas lançou o programa "Minas Consciente", que funcionará como um protocolo de orientação para as prefeituras realizarem essa flexibilização. Segundo o governador Romeu Zema, o programa divide as empresas em quatro categorias (essenciais, baixo risco, médio risco e alto risco) conforme critérios econômicos e de saúde estabelecidos pelo próprio governo estadual. 

— Muitos prefeitos tomaram essa decisão porque não tinha nenhum caso de pessoa infectada ou óbito nas suas cidades e se sentiram seguros. Estamos dando mais segurança a esse processo que já acontece na maior parte das cidades mineiras.

Governo de Minas dá carta branca a municípios para reabrir comércio

Ainda de acordo com Zema, os prefeitos terão acesso a esses protocolos a partir da próxima semana, com informações como a distância mínima de empregados, como atender o cliente, como higienizar equipamentos de uso comum, dentre outros. 

De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, os protocolos terão orientações voltadas para os empresários, trabalhadores e para o cidadão. 

— Como temos atividades essenciais liberadas para o trabalho, estamos desenvolvendo protocolos voltados para três níveis. Aos empresários, são orientações sobre quantas pessoas as empresas devem comportar, horário de atendimento. Para os colaboradores, qual será a postura deles dentro da empresa. E para o cidadão, que circula na cidade, temos um protocolo geral, o que ele deve fazer para evitar risco aumentado de contaminação. Como ele deve proceder para manter distanciamento social e os cuidados.

Ainda de acordo com o Governo de Minas, a decisão de reabrir ou não os comércios cabe a cada prefeito. 

Confira a classificação das empresas, conforme critérios do Governo de Minas:

Onda 0 - Funcionamento das atividades essenciais
- Hipermercado
- Lojas de material de construção
- Autopeças
- Farmácias e drogarias
- Venda e manutenção de equipamentos eletro-eletrônicos
- Revenda de gás
- Padaria e confeitaria
- Açougue
- Serviços de RH e terceirização
- Supermercados e afins
- Postos de gasolina

Onda 1 - Empresas de baixo risco
- Lojas de artigos esportivos e afins
- Serviços de publicidade e afins
- Lojas de artigos para casa, tecidos e aviamentos
- Joalheria e relojoaria
- Lojas de vestuário, acessórios, calçados e afins
- Loja de móveis e colchões
- Pet shop e afins
- Loja de variedades
- Loja de fogos de artifício
- Agência de turismo e afins
- Concessionárias, revendas, oficinas de veículos motorizados

Onda 2 - Empresas de médio risco
- Varejo de plantas e flores naturais
- Lojas de artigos de papelaria
- Lojas de eletrodomésticos de áudio e vídeo
- Lojas de artigos de caça, pesca e camping
- Comércio de animais vivos
- Tabacaria
- Hotéis e similares
- Loja de brinquedos
- Venda e manutenção de instrumentos musicais e acessórios
- Lojas de departamento ou magazines
- Comércio varejista de equipamentos para escritório

Onda 3 - Empresas de alto risco
- Varejista de suvenires, bijuterias e artesanatos
- Lojas de variedades
- Varejista de outros artigos usados
- Cabeleireiros e outras atividades de tratamento de beleza
- Comércio varejista de discos, CDs, DVDs e fitas
- Comércio varejista de livros
- Comércio varejista de doces, balas, bombons e semelhantes
- Bancas de jornais e revistas
- Varejo de equipamentos de telefonia e comunicação
- Lojas de artigos fotográficos e para filmagem
- Lojas duty free de aeroportos internacionais

Últimas