Novo Coronavírus

Minas Gerais MG bate recorde e confirma mais de 6 mil casos de covid em 24 horas

MG bate recorde e confirma mais de 6 mil casos de covid em 24 horas

Total de infectados no Estado chegou 459.537, enquanto o número de mortes causadas pela doença subiu para 10.565, segundo o governo

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, com Caio Silva*, do R7

Número de infectados pela doença é de 459.537

Número de infectados pela doença é de 459.537

Reprodução / Pixabay

Minas Gerais bateu, nesta sexta-feira (11), o recorde de casos de covid-19 confirmados dentro do período de 24 horas. Novos 6.173 diagnósticos positivos foram incluídos na lista.

É a segunda vez que o Governo de Minas confirma mais de 6.000 casos da doença em apenas um dia desde o início da pandemia. A primeira vez aconteceu no dia 26 de junho, quando foram confirmados 6.095 casos positivos em 24 horas. 

De acordo com o boletim epdemiológico realizado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), divulgado nesta sexta-feira (11), o total de pessoas infectadas pelo vírus da covid-19 em Minas chegou a 459.537. 

Segundo o relatório, também de ontem para hoje foram confirmados mais 66 mortes em decorrência da doença, totalizando 10.565 óbitos no Estado desde o início da pandemia.

O informativo ainda mostra que mais 4.802 pacientes entraram para a lista de curados da covid-19 do Governo de Minas. Com o número, o total de recuperados chegou a 416.183.

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) acredita que a alta nos diagnósticos se deve ao aumento de testes realizados em Minas e ao relaxamento da população em relação às medidas de proteção.

"O aumento da incidência nas últimas semanas também pode estar relacionado à diminuição da atenção aos protocolos de segurança, ou seja, redução do uso de máscaras, afrouxamento no distanciamento social mínimo e não higienização constante das mãos. Além disso, a SES recebeu relatos de aglomerações decorrentes das campanhas eleitorais", destacou a secretaria em nota.

Perfil

Segundo o boletim, os homens são a maioria (57%) entre o total de mortos. Pessoas com 60 anos ou mais representam 80% do número total de óbitos em Minas. 

De acordo com o relatório, a média de idade das vítimas é de 71 anos. Além disso, 74% dos pacientes mortos em decorrência da covid-19 tinham comorbidades, ou seja, já tinham outras doenças como cardiopatia, diabetes e asma. 

O boletim ainda aponta que apenas a cidade de Cedro do Abaeté, na região Central do Estado, não confirmou moradores com teste positivo para a doença. 

*Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Nascimento 

Últimas