Novo Coronavírus

Minas Gerais MG espera vacinar pessoas sem comorbidades a partir de junho

MG espera vacinar pessoas sem comorbidades a partir de junho

Secretário Estadual de Saúde afirma que pedido para incluir o grupo nas próximas fases foi enviado ao Ministério da Saúde

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Secretário alertou para avanço do vírus

Secretário alertou para avanço do vírus

Divulgação / Governo de MG / Gil Leonardi

O secretário de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, informou, nesta quinta-feira (27), que espera poder começar a vacinar contra a covid-19 as pessoas sem comorbidade no estado a partir do mês de junho.

Durante coletiva para fazer balanço sobre a pandemia, Baccheretti explicou afirmou que Cosems-MG (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais) enviou pedido ao Ministério da Saúde para que o público em geral possa ser incluído no calendário de vacinação já nas próximas etapas.

O secretário explicou que seria possível avançar já que alguns municípios já receberam doses suficientes para atender os grupos prioritários do PNI (Programa Nacional de Imunização). Segundo o representante do governo, isto aconteceu já que a estimativa do tamanho de cada faixa é feita com base na campanha vacinação contra a gripe de 2020. No entanto, a quantidade de pessoas pode ter sofriado variação de um ano para o outro.

— A nossa expectativa é que a gente comece, nas próximas remessas, agora em junho, a vacinar, além dos prioritários, 59 anos, 58, ir descendo por idade. A recomendação é para que as doses não fiquem estocadas.

Até o momento, Minas Gerais que tem aproximadamente 22 milhões de habitantes, recebeu 10.050.450 de unidades de vacinas contra a covid-19. Destas, 4,714.937 foram aplicadas aplicadas como primeira dose e 2.314.689 como reforço.

A reportagem procurou o Ministério da Saúde para comentar sobre o pedido feito pelo Cosems-MG, mas aguarda retorno.

Veja como anda a vacinação pelo Brasil:

Últimas