Método desenvolvido pela UFMG irá identificar adulteração em carnes

Uma pesquisa desenvolvida nos laboratórios da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) poderá ser uma estratégia simples, importante e de baixo custo para identificar adulterações nas carnes que chegam à mesa dos consumidores.