MG Record Ex-secretário adjunto de Saúde nega ilegalidade na vacinação

Ex-secretário adjunto de Saúde nega ilegalidade na vacinação

Marcelo Cabral foi ouvido pelos deputados da CPI dos fura-filas da ALMG

O trabalho de apuração de supostas irregularidades na vacinação de servidores da Secretaria de Estado de Saúde contra a covid-19 chega perto do fim, na CPI dos fura-filas da Assembleia Legislativa. Nesta quinta-feira (06), os deputados ouviram o ex-secretário adjunto de saúde, que negou qualquer ilegalidade na ordem prioritária de imunização dos funcionários.

Últimas