MG Record Governador de MG pede desculpas a artista preso 17 anos por engano

Governador de MG pede desculpas a artista preso 17 anos por engano

Eugênio Fiúza foi condenado após ser confundido com o "Maníaco do Anchieta”; artista plástico aguarda pagamento de indenização

O governador Romeu Zema (Novo) se reuniu, nesta quarta-feira (23), com o artista plástico Eugênio Fiúza, que ficou 17 anos preso após ser confundido com o homem que ficou conhecido como "Maníaco do Anchieta”, autor de vários estupros. Fiúza disse que aceita as desculpas do Estado, mas aguarda o pagamento da indenização de R$ 2 milhões.

Últimas