MG Record Pesquisa reúne dados sobre assédio contra agentes de segurança

Pesquisa reúne dados sobre assédio contra agentes de segurança

Cerca de 74% das mulheres que trabalham nas Forças Armadas, nas Polícias Civil e Militar e também no Corpo de  Bombeiros relataram assédio sexual por parte de colegas ou chefes, demonstrando o machismo estrutural nessas instituições. Esse é o resultado de um estudo formulado por juízes e pesquisadores. Foram 2.000 entrevistadas de mais de 80 unidades em todo o Brasil.

Últimas