MG Record Sem regulamentação, entregadores se arriscam para trabalhar

Sem regulamentação, entregadores se arriscam para trabalhar

Com a popularização dos aplicativos de entregas em todo o país, uma nova categoria desponta no mercado de trabalho e traz, junto com ela, uma preocupação: a vulnerabilidade dos cicloentregadores. A profissão não possui regulamentação e, em meio ao trânsito das grandes cidades e a situação precária de várias vias, eles se arriscam, muitas vezes, sem qualquer equipamento de segurança.

Últimas