MG Record Teste do pezinho ampliado pode rastrear até 14 doenças 

Teste do pezinho ampliado pode rastrear até 14 doenças 

Ampliação depende de sanção do presidente Jair Bolsonaro; atualmente, o teste oferecido pelo SUS rastreia seis doenças

O presidente Jair Bolsonaro tem até o dia 14 de maio para sancionar ou vetar o teste do pezinho ampliado, que já foi aprovado pelo Senado. Pelo projeto de lei, o teste oferecido pelo SUS e que rastreava seis doenças genéticas, passará a diagnosticar 14. Algumas são raras, deixam sequelas graves e irreversíveis.

Últimas