Coronavírus

Minas Gerais MG tem todos os adultos vacinados em quase metade das cidades

MG tem todos os adultos vacinados em quase metade das cidades

Governo vai redistribuir estoque da CoronaVac para acelerar imunização nos municípios que ainda não atendem adolescentes

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Em falta, AstraZeneca deve ser entregue no fim de semana

Em falta, AstraZeneca deve ser entregue no fim de semana

/Kim Hong-Ji/Reuters - 10.03.2021

Levantamento do Governo de Minas Gerais, divulgado nesta terça-feira (14), aponta que ao menos 404 das 853 cidades do Estado já aplicaram a primeira dose da vacina contra a covid-19 em todos os adultos. O número representa 47% dos municípios mineiros.

Fábio Baccheretti, secretário estadual de Saúde, explica que desde o último sábado as cidades são obrigadas a notificar o Estado quando atingirem a primeira dose para todos os moradores com 18 anos ou mais.

Agora, segundo Baccheretti, a equipe trabalha para acelerar os atendimentos nas cidades que ainda não concluíram a primeira etapa de vacinação.

A estratégia será redistribuir para estes municípios as doses da CoronaVac que estariam paradas nas regiões que já aplicam a terceira dose em idosos ou a primeira em adolescentes. Isto ocorre uma vez que estes grupos só podem ser atendidos com Pfizer.

— Ao invés de mandar essa Pfizer para terminar a primeira dose dos municípios, vamos pegar a CoronaVac de quem já chegou aos 18 anos e passar para quem resta.

Segundo o secretário, a troca de imunizantes já foi realizada entre São Joaquim de Bicas e Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Com o avanço da campanha, a expectativa do Governo de Minas Gerais é que todos os moradores aptos a receber a vacina contra a covid-19 tenham recebido as duas doses até o mês de novembro.

AstraZeneca

Apesar do avanço com doses da Pfizer e da CoronaVac, diversas cidades do Brasil enfrentam falta de AstraZeneca devido a atrasos na entrega. Em Contagem, na Grande BH, a aplicação das doses foi suspensa.

Segundo Baccheretti, o Estado não tem estoque do imunizante produzido pela FioCruz (Fundação Oswaldo Cruz). A expectativa é que um novo carregamento chegue ao Estado neste fim de semana.

— É um ponto de atenção. Houve queda de expectativa de entregas da FioCruz. Em agosto era para chegar Ifa (Ingrediente Farmacêutico Ativo) nacional, o que não aconteceu e deve ficar para o fim do ano.

Últimas