Mico que morreu após cair das costas da mãe ganha velório em BH

Agente funerário organizou a cerimônia, que foi realizada em frente ao IML da cidade, com direito à coroa de flores e caixão feito com caixa de sapatos

Outro animal acompanhou o velório

Outro animal acompanhou o velório

Reprodução / Record TV Minas

Um velório nada convencional, realizado na região Oeste de Belo Horizonte, repercutiu nas redes sociais esta semana. Sensibilizado com a morte de um filhote de mico, um agente funerário da cidade organizou o sepultamento do animal. Além do caixão feito com caixa de sapato e coroa de flores, a cerimônia, realizada em frente ao IML (Instituto Médico Legal), contou até com cortejo.

As homenagens foram feitas por Wesley Eustáquio de Medeiros, que trabalha em uma funerária da região. O homem conta que viu o mico caindo das costas da mãe quatro vezes. Na quinta, o primata não resistiu. A ideia de realizar a cerimonia surgiu após, Medeiros temer que o mico fosse devorado por gatos da região.

— Lá tem vários gatos e a gente já presenciou isso uma vez.

Funcionários de outras funerárias que ficam na rua do IML estiveram no local para prestar às últimas homenagens ao animal. Madeiros garante que a família do mico também acompanhou o ritual. Um vídeo gravado na cerimônia mostra outro macaco no local.

O agente funerário que já preparou o sepultamento de um rato há 12 anos conta que ficou surpreso com a repercussão do caso.

— Eu não esperava essa repercussão toda e estou rindo bastante.

Veja as imagens da cerimônia

* Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento