Minas Gerais Minas tem menor taxa de ocupação de leitos desde março, diz governo

Minas tem menor taxa de ocupação de leitos desde março, diz governo

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, ocupação dos leitos de UTI está em 62% e, de enfermaria, em 59%

Secretário reforçou "tendência de queda" da covid

Secretário reforçou "tendência de queda" da covid

Divulgação/Saúde

A taxa de ocupação de leitos hospitalares em Minas Gerais atingiu o menor índice desde o início da pandemia, em março deste ano. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, a ocupação de leitos de UTI está em 62,36% e, de enfermaria, em 59,76%. 

De acordo com o secretário Carlos Eduardo Amaral, hoje, há 2.411 leitos de terapia intensiva ocupados e 865 vazios. No caso dos leitos de enfermaria, são 1.521 ocupados com pessoas com suspeita de covid-19.  

- Esses dados são muito importantes para nós porque representam as menores taxas de ocupação que já tivemos desde o início da epidemia no estado

Ainda segundo o secretário, outros dados também corroboram uma "tendência de queda" da incidência da doença em Minas. Segundo ele, o estado tem a menor taxa de mortalidade do país para a covid-19. São 29,7 óbitos para cada grupo de 100 mil pessoas.

- Começamos a ter uma queda nas notificações de óbito e nas solicitações por internação, mas gostaria de reforçar que esse trabalho coletivo de toda a sociedade não deve se encerrar. Todos nós devemos continuar nos cuidando para que possamos manter os mesmos níveis de resultados que tivemos até agora

Últimas