tragédia brumadinho
Minas Gerais Moradores que vivem próximos a barragens precisarão deixar casas

Moradores que vivem próximos a barragens precisarão deixar casas

Vale anunciou que cerca de 75 pessoas serão retiradas de casa em Nova Lima e Ouro Preto, em Minas Gerais

barragem Ouro Preto

Mais 75 pessoas tiveram que sair de casa por risco de barragem se romper em MG

Mais 75 pessoas tiveram que sair de casa por risco de barragem se romper em MG

Reprodução / Record TV Minas

Cerca de 75 pessoas que moram em áreas próximas a barragens e consideradas de risco em Nova Lima, na Grande BH, e em Ouro Preto, a 96 km de Belo Horizonte, deverão deixar as casas em que vivem nesta quarta-feira (20). Todas as estruturas pertencem à mineradora Vale.

De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, a situação de alerta foi acionada a pedido da própria mineradora Vale, nesta manhã.

A Prefeitura de Nova Lima informou que também recebeu o aviso da empresa sobre o acionamento do PAEBM (Plano de Ação de Emergência de Barragens), para a estrutura de Vargem Grande, por volta das 8h45. Assim, 38 famílias da cidade devem ser retiradas de casa.

A Vale emitiu um comunidado informando que a ação é para dar continuidade ao processo de descomissionamento da barragem a montante de Vargem Grande, anunciado em 4 de fevereiro. O governo de Minas Gerais já determinou o fechamento (descaracterização) de todas as barragens como a de Brumadinho no prazo de 3 anos — descaracterizar vai além de descomissionar.

Em Minas, 1,7 milhão de pessoas vivem sob ameaça de barragens

A Vale informa, também, que iniciou a preparação para a realocação das pessoas nas zonas de autossalvamento associadas ao descomissionamento das barragens Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, que fazem parte das dez barragens a montante inativas remanescentes da Vale, conforme o plano de aceleração de descomissionamento anunciado.

Veja a nota da preifeitura de Nova Lima:

"A Prefeitura de Nova Lima informa que a Defesa Civil Municipal foi avisada pela Vale às 8 horas e 45 minutos, desta quarta-feira (20/02), da necessidade de evacuação de 38 famílias moradoras do Complexo Rio de Peixe, em função do acionamento do Plano de Ação de Emergência de Barragens (PAEBM) de Vargem Grande. A Defesa Civil Municipal já está se encaminhando ao local para acompanhar a ação da mineradora, atuar no cumprimento dos protocolos e garantir a segurança de todos, assim como uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, que prestará apoio às famílias.

Veja a íntegra da Nota da Vale:

"A Vale informa que, dando continuidade ao processo de descomissionamento da barragem a montante de Vargem Grande, anunciado em 4 de fevereiro no Fato Relevante "Vale informa sobre decisão de paralisação temporária das operações do Complexo de Vargem Grande", nesta quarta-feira (20/2), a Vale coordenará com as autoridades a realocação das pessoas situadas na Zona de Autossalvamento (ZAS) da referida barragem.

A Vale informa, também, que iniciou a preparação para a realocação das pessoas nas ZAS associadas ao descomissionamento das barragens Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, que fazem parte das dez barragens a montante inativas remanescentes da Vale, conforme o plano de aceleração de descomissionamento anunciado no Fato Relevante "Vale anuncia o descomissionamento de todas as suas barragens a montante" do dia 29 de janeiro.

Estas quatro barragens inativas estão localizadas no entorno da mina de Fábrica, cuja produção será mantida através do processamento a seco, com um impacto estimado de perda de aproximadamente 3 Mtpa em 2019.

No total, cerca de 75 pessoas que vivem próximas a cinco barragens devem deixar suas casas hoje de forma ordenada."

Relembre o resgate em Brumadinho: