MP vai denunciar Vale e 16 pessoas por rompimento em Brumadinho

Empresa de consultoria alemã também será alvo da denúncia; tragédia que deixou 270 mortos e desaparecidos completa um ano neste sábado (25);

Vale e empresa alemã serão alvo da denúncia

Vale e empresa alemã serão alvo da denúncia

Washington Alves/Reuters

O Ministério Público de Minas Gerais vai apresentar, nesta terça-feira (21), denúncia contra a Vale, a empresa alemã Tüv Süd e outras 16 pessoas por crimes relacionados ao rompimento da barragem B1, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O órgão ainda não confirmou quais delitos serão relatados contra cada um dos envolvidos. Os detalhes da investigação serão apresentados nesta tarde pelo MP e pela Polícia Civil.

A tragédia que deixou 270 mortos e desaparecidos completa um ano neste sábado (25). De acordo com o Corpo de Bombeiros, 75 militares continuam em campo em busca das 11 vítimas que ainda não foram localizadas.

Em setembro passado, a Polícia Federal indiciou sete funcionários da mineradora e outros seis da empresa Tüv Süd por falsidade ideológica e uso de documentos falsos no inquérito aberto para investigar o rompimento. As duas empresas também vão responder pelos mesmos delitos na ação.

A reportagem fez contato com a Vale e a Tüv Süd para comentar a denúncia, mas aguarda retorno.

Famílias se recusam a enterrar só fragmentos de vítimas de Brumadinho: