MP vai investigar pacientes com covid-19 que furam isolamento

Prefeitura de Bom Despacho (MG) encaminhou dez ocorrências para investigação; pacientes podem responder por atentar contra a saúde pública

Bom Despacho tem 31 casos de covid-19

Bom Despacho tem 31 casos de covid-19

Reprodução/ Streetviwe

A Prefeitura de Bom Despacho, a 160 km de Belo Horizonte denunciou ao Ministério Público pacientes que foram diagnosticados com covid-19 e não cumpriram as determinações de isolamento social do município. 

De acordo com o Executivo municipal foram registradas dez ocorrências do tipo na cidade. Agora, os pacientes vão ser investigados e podem responder criminalmente por atentarem contra a saúde pública da comunidade. 

Em Bom Despacho, quem for infectado pelo novo coronavírus é submetido a um protocolo e deve assinar uma declaração em que se compromete a permanecer em isolamento. No mesmo documento, é preciso informar com quais pessoas o paciente esteve em contato, para que o contágio possa ser monitorado.

Para a prefeitura, quando o isolamento não é cumprido, o comitê não sabe quem deve monitorar. Assim, a transmissão do coronavírus pode "acelerar descontroladamente".

O gerente de epidemiologia de Bom Despacho, Fernando Júnior, destacou a importância do monitoramento desses pacientes.

— Cumprir o isolamento e informar a verdade é importantíssimo para que a equipe de monitoramento da Saúde consiga acompanhar todas as pessoas suspeitas e que tiveram contato com elas. Só assim é possível controlar a situação do vírus na cidade. 

Até o momento, o município confirmou 31 casos de covid-19 e uma morte causada pela doença. 

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli