Mulheres do MST ocupam fazenda de Eike Batista em Minas Gerais

Grupo quer que 100 famílias fiquem no espaço para cultivar alimentos orgânicos

Grupo com mais de 100 mulheres invadiram o espaço
Grupo com mais de 100 mulheres invadiram o espaço Reprodução / Facebook

Aproximadamente 120 mulheres que fazem parte do MST (Movimento Sem Terra) invadiram, na madrugada desta quarta-feira (8), uma fazenda pertencente à MMX, empresa fundada pelo empresário Eike Batista. O terreno fica em Itatiaiuçu, no sul na região metropolitana de Belo Horizonte.

Leia mais notícias no Portal R7

Segundo informações da PM (Polícia militar), a cerca de proteção da fazenda Santa Teresinha foi quebrada. Em nota publicada no Facebook, o Movimento explicou que o espaço se trata de 3.000 hectares de “terra improdutiva”.

A intenção deles é que 100 famílias se assentem no local para produzir alimentos sem agrotóxicos. Eike Batista está preso suspeito de realizar pagamento de propina ao ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.