Coronavírus

Minas Gerais 'Não tinha conhecimento', diz Zema sobre vacinação de servidores 

'Não tinha conhecimento', diz Zema sobre vacinação de servidores 

Governador também afirmou que não considera correta a imunização de servidores administrativos, como foi feito na Saúde

Mais de 800 servidores foram vacinados contra a covid-19 entre fevereiro e março

Mais de 800 servidores foram vacinados contra a covid-19 entre fevereiro e março

Reprodução / Redes sociais

O governador Romeu Zema (Novo) disse que não tinha conhecimento sobre a vacinação de servidores administrativos da Secretaria de Estado de Saúde, fora dos grupos prioritários. O Governo de Minas confirmou que 828 funcionários da pasta foram imunizados entre fevereiro e março. Trabalhadores que estavam em home office também foram convocados. 

O escândalo, que ficou conhecido como "fura-fila" resultou na exoneração do secretário Carlos Eduardo Amaral e o secretário-adjunto Marcelo Cabral, neste fim de semana. 

— Quero deixar muito claro que eu não tinha conhecimento algum desse processo e que, desde o momento que tomei conhecimento, solicitei aos órgãos de controle que apurassem e dessem total transparência. Enviei a lista dos servidores para a Assembleia de Minas e estamos averiguando.

De acordo com Zema, os demais servidores vacinados podem sofrer alguma punição, conforme os resultados da investigação que está sendo feita pela CGE (Controladoria-Geral do Estado). No entanto, ele disse que seria "prematuro" tomar alguma medida neste momento. 

O governador também afirmou que não considerou correta a vacinação dos servidores. 

— Não considero correto como foi feita, com funcionários da área administrativa recebendo vacina, mas há determinações de que, em alguns casos, isso seria permitido. 

CPI dos fura-fila

A Assembleia de Minas deve definir, ainda nesta semana, a composição dos membros que vão integrar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) criada para investigar a denúncia de vacinação dos servidores da Secretaria de Estado de Saúde. 

 O colegiado foi instalado pelo presidente da Casa, deputado Agostinho Patrus (PV), na semana passada, após sabatina com o então secretário de saúde, Carlos Eduardo Amaral. 

Últimas