Minas Gerais "Nossa luz no fim do túnel", diz 1ª a ser vacinada contra a covid em MG

"Nossa luz no fim do túnel", diz 1ª a ser vacinada contra a covid em MG

Técnica em enfermagem, Maria Bonsucesso, de 57 anos, trabalha há mais de 10 anos no CTI do Hospital Eduardo de Menezes

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Técnica em enfermagem foi a primeira a ser vacinada

Técnica em enfermagem foi a primeira a ser vacinada

Reprodução/Governo MG

Com mais de uma década atuando na UTI (Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Eduardo de Menezes, que faz parte da rede estadual de Minas Gerais, a técnica em enfermagem Maria Bonsucesso, de 57 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a covid-19 no Estado. 

A campanha de vacinação começou, oficialmente, por volta das 21h30 desta segunda-feira (18), cerca de 1h30 depois que a aeronave com mais de 577 mil doses da vacina desembarcou no Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

Em depoimento, a profissional de saúde afirmou que aprendeu, no hospital, a tratar cada paciente com respeito e que a pandemia trouxe uma realidade exaustiva e desafiadora.  

— Está chegando a vacina, nossa luz no fim do túnel. Peço para que a população vacine, mas também não deixe de usar máscara álcool em gel. Isso ainda vai viver com a gente por um tempo, mas vai passar.

O governador Romeu Zema (Novo) participou da cerimônia, que ocorreu no próprio aeroporto, e garantiu que na manhã desta terça-feira (19) as doses serão encaminhadas às regionais de saúde e, daí, para os municípios. 

— Amanhã cedo, as vacinas serão distribuídas para as 28 regionais de saúde e, pouco tempo depois, estarão nas cidades. É bem provável que todo o Estado tenha, amanhã, as vacinas à disposição. 

Zema comemorou a chegada das primeiras 577 mil doses da vacina, que serão aplicadas, prioritariamente, a profissionais de saúde, idosos que vivem em lares de longa permanência e indígenas. O governador de Minas Gerais fez, ainda, um alerta à população, para que continue com as medidas de prevenção à doença e disse que o processo será "longo". 

— Essa não é a solução definitiva, imediata. Isso só virá com o tempo, à medida em que a população for vacinada. Os cuidados continuam sendo necessários, mas receio que a população em geral considere que a vacina, a partir de amanhã, dispensa os cuidados. Esse será um processo longo. O setor que produz vacina vai levar alguns meses para fornecer a quantidade suficiente. Nossa luta contra o vírus continua. 

Chegada das vacinas

A aeronave que trouxe as primeiras doses da vacina contra a covid a Minas Gerais desembarcou por volta das 20h desta segunda no aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O governador Romeu Zema (Novo) esteve em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo na manhã de desta segunda, para participar da cerimônia de entrega das primeiras doses da vacina pelo Ministério da Saúde.

Neste primeiro momento, São 577 mil doses da CoronaVac, produzida pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Essa quantidade é suficiente para imunizar cerca de 280 mil pessoas.

Vacinação em BH

A capital mineira deve iniciar a vacinação nesta terça-feira (19). A Prefeitura de Belo Horizonte espera receber 60 mil doses, que garantem a imunização de 30 mil profissionais de saúde. EM um primeiro momento, serão priorizados os que atuam nas UTIs de hospitais das redes pública e privada.

À medida em que outros lotes das vacinas forem chegando à capital mineira, a vacinação prossegue da seguinte forma:

- Profissionais de saúde que atuam nas enfermarias
- Profissionais de saúde que atuam nas UPAs e SAMU
- Demais profissionais de saúde e indígenas

Últimas