tragédia brumadinho
Minas Gerais Número de mortos identificados em Brumadinho sobe para 245

Número de mortos identificados em Brumadinho sobe para 245

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, outras 25 pessoas continuam desaparecidas; buscas continuam nesta quinta-feira (30)

Buscas seguem em Brumadinho a procura de 25 desaparecidos

Buscas seguem em Brumadinho a procura de 25 desaparecidos

Divulgação / Corpo de Bombeiros

Subiu para 245 o número de mortos identificados pela PCMG (Polícia Civil de Minas Gerais) por causa do rompimento da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Outras 25 pessoas permanecem desaparecidas, de acordo com a corporação, responsável pelas análises laboratoriais de identificação por meio do IML (Instituto Médico Legal).  

A barragem da Vale, em Brumadinho, se rompeu no dia 25 de janeiro deste ano, há pouco mais de quatro meses. A lama de rejeitos de minério atingiu uma unidade administrativa da mineradora, onde havia centenas de trabalhadores próprios e terceirizados, uma pousada e diversas casas de moradores que viviam na ZAS (Zona de Autossalvação). 

Buscas

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais chegou, nesta quarta-feira (29), ao 125º dia de buscas em Brumadinho. Ao todo, 123 bombeiros militares, divididos em 20 frentes de trabalho, participaram das buscas, auxiliados por três cães farejadores trazidos do Mato Grosso e da Paraíba, 109 máquinas pesadas e um drone.

As buscas continuam nesta quinta-feira (30)