Novo Coronavírus

Minas Gerais Ocupação das enfermarias de BH volta à fase amarela após 15 dias

Ocupação das enfermarias de BH volta à fase amarela após 15 dias

Velocidade de transmissão do coronavírus também apresentou aumento, enquanto ocupação das UTIs teve redução

Ocupação de UTIs teve redução, segundo a prefeitura

Ocupação de UTIs teve redução, segundo a prefeitura

Reprodução / Pixabay

A ocupação dos leitos de enfermaria para pacientes com covid-19 em Belo Horizonte subiu e voltou para a fase amarela, nesta terça-feira (23), após 15 dias no nível verde - considerado de maior tranquilidade.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, o índice passou de 48,7% para 50%, entrando na ‘fase de alerta’. A última vez que essa taxa esteve nesse patamar foi no dia 8 de dezembro. Atualmente, estão disponíveis 730 dos 1.461 quartos comuns para pacientes com o novo coronavírus.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 24 óbitos e 1.138 novas infecções pelo vírus. A capital mineira contabiliza 2.695 mortes e 106.753 casos confirmados, além de 99.577 pessoas curadas e outros 4.481 pacientes em acompanhamento.

Índices de monitoramento

Assim como a ocupação das enfermarias, a taxa de transmissão da covid-19 em BH subiu, passando de 0,94 para 0,96. Apesar do aumento, o índice, também conhecido como Rt, se manteve na ‘fase de controle’, o que indica que a disseminação do vírus na capital está, atualmente, diminuindo.

A ocupação dos leitos de terapia intensiva reduziu, passando de 65,5% para 64,2%. Isso indica a disponibilidade de 202 dos 565 quartos de UTI reservados para pacientes com complicações causadas pela covid-19 em BH.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas