Novo Coronavírus

Minas Gerais Ocupação de UTIs covid em BH completa uma semana em alta

Ocupação de UTIs covid em BH completa uma semana em alta

Índice passou de 64,2% para 76,3% nos últimos sete dias; transmissão do vírus também está na fase vermelha

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Ocupação de UTIs para covid-19 em BH tem nova alta

Ocupação de UTIs para covid-19 em BH tem nova alta

Reprodução / Google Street View

A ocupação dos leitos de terapia intensiva para pacientes com covid-19 em Belo Horizonte completou, nesta terça-feira (2), uma semana em alta.

Entre o dia 23 de fevereiro e 2 de março, o índice subiu de 64,2% para 76,3%, passando da fase amarela para a vermelha, considerada “alerta”. No momento, 134 dos 565 leitos de UTI estão disponíveis no momento.

Covid-19 em BH

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 17 óbitos e 970 notificações de infecções para o novo coronavírus. A capital mineira contabiliza 2.763 mortes e 113.200 casos da covid-19, além de 105.613 curados e 4.824 pacientes em acompanhamento.

Índices de monitoramento

Após alcançar o maior valor dos últimos 9 meses, a taxa de transmissão da covid-19 se manteve em 1,20, número que indica o aumento da disseminação do vírus na cidade. A ocupação dos leitos de enfermaria teve uma leve alta e se encontra em 58%.

Covid-19 nos bairros

O Alto Vera Cruz, na região Leste da capital, é o bairro com mais mortes confirmadas: 42. Na sequência, aparecem Lindéia, na região do Barreiro (39), e Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte (35).

Com 159 testes positivos, o Alto Vera Cruz também lidera o ranking de casos confirmados, seguido pelo bairro Sagrada Família, na região Leste (142), e Serra, na região Centro-Sul da capital (138).

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas