Coronavírus

Minas Gerais Ocupação de UTIs em BH volta a ficar abaixo de 70% após 117 dias

Ocupação de UTIs em BH volta a ficar abaixo de 70% após 117 dias

Capital mineira voltou a ficar sem indicadores no "nível vermelho" após quase 4 meses; taxa aponta queda na transmissão do vírus

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

Nenhum indicador está no "nível vermelho"

Nenhum indicador está no "nível vermelho"

Divulgação / PBH

A ocupação dos leitos de terapia intensiva para pacientes com covid-19 voltou a ficar abaixo de 70% nesta terça-feira (22). Desde o dia 25 de fevereiro, o índice não figurava no “nível amarelo”. Com isso, a capital voltou a ficar sem indicadores no “nível vermelho” após quase quatro meses.

A ocupação das UTIs passou de 71,1% para 69,1%, o que significa que, dos 1.023 leitos do tipo, 707 estão com pacientes e 316 estão livres. Nas enfermarias, a taxa está em 55,4%, com 1.030 pessoas atendidas e 830 quartos livres. Os dois índices hospitalares estão no “nível amarelo”.

Veja: BH amplia vacina da covid para gestantes e reconvoca atrasados

A taxa de transmissão por infectado passou de 0,92 para 0,94, se mantendo no “nível verde”. O índice, também conhecido como Rt, indica que um grupo de 100 pessoas pode infectar outras 94. No momento, a taxa aponta para um recuo na disseminação do novo coronavírus na capital.

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 41 óbitos e 1.256 testes positivos para a covid-19. A doença já matou 5.627 pessoas e infectou outras 230.692 na capital mineira. No total, 218.696 moradores já se curaram e 6.393 continuam em acompanhamento.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas