Novo Coronavírus

Minas Gerais Ocupação de UTIs para covid-19 em BH registra 7º queda consecutiva

Ocupação de UTIs para covid-19 em BH registra 7º queda consecutiva

Índice chegou a 78,1%, mas se manteve no 'nível vermelho'; capital soma 4.329 mortes e 177.432 casos confirmados da doença

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

Enfermarias também registram redução

Enfermarias também registram redução

Divulgação / PBH / Amira Hissa

A ocupação dos leitos intensivos para pacientes com covid-19 em Belo Horizonte registrou, nesta sexta-feira (30), a sétima redução consecutiva.

O índice passou de 78,9% para 78,1%, ainda no ‘nível vermelho’. Dos 1.107 quartos de UTI existentes em hospitais públicos e privados da capital mineira, 865 recebem pacientes com a doença e 242 estão livres no momento.

Nas últimas 24 horas, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou 34 novos óbitos e 1.403 testes positivos para a doença. Belo Horizonte tem 4.329 mortes causadas pela covid-19 e 177.432 casos confirmados, além de 166.133 pacientes curados e outros 6.970 em acompanhamento.

A taxa de transmissão do novo coronavírus, que voltou ao ‘nível amarelo’ na quinta-feira (29), não sofreu alterações e se manteve em 1,01.

A ocupação dos leitos simples caiu de 60,3% para 58,3%, se mantendo no ‘nível amarelo’. Belo Horizonte tem, hoje, 2.070 quartos de enfermaria, sendo 1.206 com pacientes no momento e 864 disponíveis para atendimento.

Vacinação em BH

No total, 763.653 vacinas contra a covid-19 foram aplicadas em moradores da capital, sendo 533.285 válidas como primeira dose e 230.368 como segunda dose. A prefeitura ampliou a vacinação para idosos com 60 anos e profissionais de Saúde com 37 anos, e já iniciou o cadastramento de pessoas com comorbidades e gestantes.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas