Minas Gerais Ocupação de UTIs para covid em BH cai, mas continua na fase vermelha

Ocupação de UTIs para covid em BH cai, mas continua na fase vermelha

Índice passou de 86% para 80%, e capital tem 117 quartos de UTI livres no momento; mais de 43 mil doses da vacina já foram aplicadas

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

BH tem 117 leitos de UTI disponíveis no momento

BH tem 117 leitos de UTI disponíveis no momento

Reprodução / Pixabay

A ocupação dos leitos de terapia intensiva para covid-19 em Belo Horizonte passou de 86% para 80% nas últimas 24 horas. Mesmo com a queda considerável, o índice continua na “fase vermelha”.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (26), 117 dos 585 leitos de UTI exclusivos para pacientes com o novo coronavírus estão disponíveis atualmente. No quadro geral, somando os leitos para pacientes com outros problemas de saúde, o número de quartos disponíveis sobe para 303.

Índices de monitoramento

A ocupação dos leitos de enfermaria também caiu, passando de 64,1% para 62,5%. Isso significa que 555 dos 1.481 quartos simples para pacientes com covid-19 estão livres no momento.

Veja: "Confio 200% na vacina e quem não quer vacinar é burro", diz Kalil

A taxa de transmissão por infectado (ou Rt) teve uma leve variação negativa, passando de 0,98 para 0,97. O índice se manteve na fase verde, o que significa que a circulação do vírus está “controlada”.

Covid-19 em BH

Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 18 mortes e 1.565 testes positivos para a doença. A capital mineira já soma 2.203 óbitos e 85.114 casos confirmados da covid-19, além de 77.974 curados e 4.937 pacientes em acompanhamento.

Veja: Lojistas criticam prefeitura e pedem reabertura do comércio em BH

Na capital, 11.090 profissionais de saúde já foram testados e 1.914 tiveram o diagnóstico positivo para a doença. As categorias mais afetadas são técnicos de enfermagem (349), agentes comunitários de saúde (163) e enfermeiros (107).

Números da vacinação

De acordo com a prefeitura, 43.334 profissionais de saúde da rede pública e privada de BH já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19. Isso significa que mais de 5.400 trabalhadores foram imunizados por dia desde a última terça-feira (19), data em que a vacinação teve início na capital.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel

Últimas