Novo Coronavírus

Minas Gerais Ocupação de UTIs para covid em BH volta à fase vermelha após 16 dias

Ocupação de UTIs para covid em BH volta à fase vermelha após 16 dias

Índice passou dos 70% e está em alerta; taxa de transmissão do vírus e ocupação dos leitos de enfermaria também aumentaram

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento e Célio Ribeiro*, do R7

BH tem 169 dos 565 leitos de UTI disponíveis

BH tem 169 dos 565 leitos de UTI disponíveis

Reprodução / Pixabay

A ocupação dos leitos de terapia intensiva para pacientes covid-19 em Belo Horizonte registrou uma nova alta, nesta sexta-feira (26,) e voltou à ‘fase vermelha’ após 16 dias.

De acordo com os dados divulgados pela prefeitura, o índice passou de 69,7% para 70,1%. No momento, 169 dos 565 leitos de UTI para infectados com o novo coronavírus estão disponíveis.

A taxa de transmissão por infectado teve aumento, passando de 1,01 para 1,06, mantendo-se na fase amarela. Esse índice, também conhecido como Rt, indica que um grupo de 100 pessoas é capaz de infectar, pelo menos, 106 pessoas.

Veja: Covid-19 mata mais dois moradores de BH sem histórico de doenças

Já ocupação dos leitos comuns subiu quase seis pontos percentuais e chegou a 56,2%, considerado também na fase amarela. Cerca de 613 dos 1.399 quartos de enfermaria de BH estão livres atualmente.

Covid-19 em BH

A capital mineira registrou, nas últimas 24 horas, 10 óbitos e 1.192 testes positivos para a covid-19. BH contabiliza 2.731 mortes e 110.461 casos confirmados da doença, além de 102.692 curados e 5.038 pacientes em acompanhamento.

A capital mineira já recebeu 242.220 imunizantes contra a covid-19. Destes, 114.570 foram aplicados como primeira dose e 57.035 como segunda dose.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas