Minas Gerais Operação mira grupo especializado em venda de carros roubados

Operação mira grupo especializado em venda de carros roubados

Investigação aponta que suspeitos movimentavam até R$ 1 milhão por mês com a comercialização dos veículos no Rio de Janeiro e em Minas Gerais

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Grupo é suspeito de fraudar documentos

Grupo é suspeito de fraudar documentos

Reprodução / Record TV Minas

Uma operação das Polícias Civis do Rio de Janeiro e de Minas Gerais tenta prender, neste sábado (19), doze suspeitos de integrarem um grupo especializado em venda de carros roubados.

As buscas da operação Beta acontecem no Rio de Janeiro e em Minas. Parte dos mandados são cumpridos em Juiz de Fora, a 285 km de Belo Horizonte. Os agentes também cumprem 16 mandados de busca e apreensão.

Segundo as investigações, o grupo atuava nos dois Estados, movimentado aproximadamente R$ 1 milhão por mês com o esquema.

Os investigadores apontam, ainda, que o grupo era divido em três núcleos. O primeiro era responsável por captar os veículos roubados. O segundo trabalhava para forjar a documentação dos carros e motocicletas para enganar os compradores, enquanto a terceira divisão fazia as negociações para venda, enganando os clientes.

Um despachante responsável por falsificar a documentação e um membro da quadrilha responsável pela venda dos veículos estão entre os alvos da operação em Minas Gerais.

Os investigados já foram denunciados pelos crimes de organização criminosa, receptação, estelionato, falsificação de documento público, porte ilegal de arma de fogo e lavagem de dinheiro.

A operação é comandada pelo 32º Departamento de Polícia (Taquara). Até às 11h, três pessoas já haviam sido presas.

Últimas