Minas Gerais Padrasto é suspeito de dopar enteado de quatro anos em BH

Padrasto é suspeito de dopar enteado de quatro anos em BH

Mãe da criança procurou a Polícia Militar alegando que o companheiro teria colocado comprimidos de calmantes na mamadeira de menino

Menino foi internado na Upa Norte

Menino foi internado na Upa Norte

Reprodução / Record TV Minas

Uma moradora da região Norte de Belo Horizonte acionou a polícia para o namorado, denunciando que o homem teria dopado o filho dela, de quatro anos. A criança foi internada na Upa (Unidade de Pronto Atendimento) Norte e foi submetida a uma lavagem estomacal. Os comprimidos de remédios tranquilizantes teriam sido colocados em uma mamadeira com leite.

— No finalzinho do leite, ele falou assim: mãe, tem remédio aqui. Ai eu disse que não tinha. Quando abri a mamadeira e vi um tanto de remédio.

Segundo a mãe da criança, que não quis ser identificada, o corretor de imóveis de 36 anos já havia demonstrado insatisfação com o fato da criança acordar cedo. Além disso, ainda de acordo com a jovem de 22 anos, o companheiro tinha ciúmes e reclamava de ter que dividir com o enteado a atenção da mulher.

Criança é dopada com remédio tarja preta em creche

Questionado se teria tentado dopar a criança, o suspeito negou o crime. A jovem afirma que ele lavou a mamadeira antes dela chamar a polícia. A jovem contou que o companheiro nunca havia tentado fazer nada contra ela e contra o filho. A PM teria ido ate a casa onde eles moram, em Contagem, mas o corretor de imóveis não foi encontrado.