Coronavírus

Minas Gerais "Passaporte da vacina" em bares de Betim (MG) será facultativo

"Passaporte da vacina" em bares de Betim (MG) será facultativo

Prefeitura alterou as regras após pedidos do setor de restaurantes; cobrança do cartão pode ser feita a partir do próximo dia 20

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Com passaporte, bares terão maior flexibilização

Com passaporte, bares terão maior flexibilização

Agência Brasil / Tânia Rêgo

A Prefeitura de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, mudou nesta sexta-feira (10) as regras referentes ao passaporte da vacina que seria cobrado em bares e restaurantes da cidade no fim do mês. Agora, a apresentação do cartão de imunização vai ser opcional.

De acordo com o prefeito Vittorio Medioli (sem partido), cada estabelecimento poderá decidir se vai cobrar ou não o documento dos clientes. Os restaurantes que exigirem o passaporte terão direito a flexibilizar algumas normas de segurança contra a covid-19, como o número de clientes no local.

— Alguns proprietários acham que não deve haver essa restrição. Outros entendem que a medida gera mais segurança aos clientes, que se sentem mais confortáveis em compartilhar o ambiente apenas com outros cidadãos vacinados. Então, essa nova medida contempla os dois posicionamentos.

As mudanças atendem a uma demanda do setor de bares e restaurantes. As novas regras passam a valer no próximo dia 20 de setembro. Os estabelecimentos interessados em aderir ao passaporte da vacina devem fazer um cadastro na Procuradoria-Geral do Município, pelo e-mail cadastropassaportevacina@gmail.com.

Últimas