Pico de casos da covid-19 em MG é adiado e previsão é para 8 de junho

Previsão do Governo de Minas foi adiada em dois dias; cálculo é baseado no comportamento das notificações e dos casos confirmados da semana anterior

Secretário de Saúde anunciou nova previsão de pico

Secretário de Saúde anunciou nova previsão de pico

Reprodução/Facebook

A SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde) informou, nesta segunda-feira (11), que o pico de contaminações pelo novo coronavírus em Minas Gerais deve acontecer no dia 8 de junho. Atualizado semanalmente, a previsão anterior apontava para dois dias antes. 

De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, as previsões são baseadas no comportamento das notificações e dos casos confirmados da semana anterior. 

— Essa ideia é importante por que nos dá um limite, uma data de atenção. Mas isso é uma projeção, muda a cada semana conforme a epidemiologia e conforme os casos vão acontecendo. Trabalhamos, sim, com o dia 8, mas todas as mundanças que acontecerem nessas semanas que estão por vir podem implicar em mudanças das projeções e mudanças dos resultados. 

Leia mais: Novo pico da covid em MG deve demandar 1.500 leitos de UTI

O secretário informou, ainda, que o número de internações em todo o Estado deve ser inferior às 3 mil previstas até a semana passada. Conforme os dados divulgados nesta segunda-feira (11), Minas Gerais já registrou 3.320 casos e 121 mortes. 

Evolução

Amaral explicou, ainda, que houve uma pequena redução no intervalor de  adiamento das previsões. Os estudos anteriores divulgados pelo Governo de Minas se distanciavam a cada uma semana, essae intervalo caiu para cinco dias e, agora, para dois.

Isso significa que a SES-MG projeta o ápice do contágio para um momento menos distante daquele que vinha sendo projetado antes.

r causa disso, o secretário de Saúde reforçou que todos os cuidados recomendados de isolamento, distanciamento e utilização de máscaras tem como objetivo evitar o pico; considerado, pelo governo, o movimento mais importante. 

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli