Minas Gerais Pitbull que teve patas decepadas em MG ganha prótese importada

Pitbull que teve patas decepadas em MG ganha prótese importada

Sansão perdeu as duas patas traseiras após ser torturado em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

Sansão já está se adaptando às próteses

Sansão já está se adaptando às próteses

Divulgação / Natan Braga

O pitbull Sansão, que teve as patas decepadas com um facão por um vizinho em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, ganhou um par de próteses importadas.

Natan Braga, dono do cão, conta que a possibilidade do uso das próteses era avaliada desde a época do crime. O equipamento, fabricado em Denver, nos Estados Unidos, foi doado por uma ONG (Organização Não Governamental).

— A ONG Patas para Você ajudou a gente desde o início, desde julho do ano passado. A prótese chegou agora no fim de fevereiro e, desde então, o Sansão já está se adaptando.

Nas redes sociais, Braga divulgou vídeos do cãozinho passando por sessões de treinamento com a prótese. Segundo ele, Sansão já havia se tornado independente mesmo após perder as patas traseira, mas o equipamento traz mais segurança para o cachorro.

— Demora um pouco para se adaptar e ele só pode usar a prótese 12 horas por dia. Mas a qualidade de vida dele vai melhorar, principalmente a questão da coluna, que estava sendo muito forçada quando ele andava só com as duas pernas.

Veja: Imagens mostram pitbull Sansão correndo pelo jardim do hospital

Natan Braga lembra que está com Sansão desde quando ele era um filhote e afirma ter sofrido junto com o cão quando descobriu a tortura sofrida pelo animal. Agora, a sensação é de alívio.

— Eu fiquei muito emocionado, muito feliz. Depois de tudo que ele passou, ele merece. Ver o Sansão feliz me faz feliz.

Amordaçado e torturado

No início de julho de 2020, o comerciante Joaquim Dias encontrou seu pitbull sangrando e sem as duas patas traseiras. O cão estava no pátio de uma empresa de transportes que fica ao lado da loja dele. O responsável pelas agressões era o vizinho da loja, que teria decepado as patas do cão após ele entrar em seu terreno.

O homem foi autuado por maus-tratos contra 13 animais e pagou uma multa de quase R$ 20 mil. O caso causou comoção nacional e gerou o projeto de lei 1095/19, de autoria do deputado Fred Costa (Patriota-MG). O projeto, apelidado de Lei Sansão, foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em uma cerimônia que contou com a presença de diversos cães, incluindo o próprio Sansão.

* Estagiário sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas