Minas Gerais Polícia apreende jovens suspeitos de matar a amiga na Grande BH

Polícia apreende jovens suspeitos de matar a amiga na Grande BH

Vítima tinha 16 anos e teria sido morta por causa de uma dívida com traficantes de Santa Luzia; menor foi baleada e queimada

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas

Dois jovens foram apreendidos, nesta segunda-feira (11), suspeitos de participação na morte da amiga deles, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a polícia, uma dívida por droga teria motivado o crime.

A vítima, de 16 anos, seria usuária de drogas e teria se desentendido com pessoas suspeitas de tráfico e também outros crimes. Os traficantes teriam inclusive proibido a jovem de ir até o bairro.

Logo após a localização do corpo, a Polícia Militar recebeu diversas denúncias anônimas informando o esconderijo dos possíveis autores. O primeiro suspeito, um adolescente de 15 anos, foi abordado pelos militares ao retornar ao local do assassinato. Após entrar em contradição, acabou confessando a participação no crime.

Crime foi cometido em Santa Luzia, na Grande BH

Crime foi cometido em Santa Luzia, na Grande BH

Reprodução / Record TV Minas

A segunda suspeita, presa logo depois, é uma mulher de 24 anos, que confirmou aos militares que teria sido a responsável por atrair a jovem até o local do crime e acompanhou a sessão de tortura sofrida pela vítima. Segundo a sargento Viviane Almeida, a suspeita é amiga da vítima e namorada de um suspeito de tráfico na região.

— Ela levou a jovem até a casa e acompanhou toda a tortura. Dentro da casa, nós encontramos drogas. A residência é conhecida como ponto de apoio para traficantes.

Segundo os militares, o corpo apresentava várias perfurações e outros sinais de violência, além de queimaduras em parte do rosto e do braço. O corpo foi identificado pelo padrasto, que reconheceu as tatuagens da jovem.

A Polícia Militar ainda procura outros quatro suspeitos de envolvimento no crime.

Últimas