tragédia brumadinho

Minas Gerais Polícia Civil identifica 261ª vítima de rompimento em Brumadinho (MG)

Polícia Civil identifica 261ª vítima de rompimento em Brumadinho (MG)

Tragédia ocorrida em 25 de janeiro de 2019 deixou 270 mortos; nove vítimas ainda estão desaparecidas na área atingida

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Vítima de número 261 foi identificada pela Polícia Civil

Vítima de número 261 foi identificada pela Polícia Civil

Reprodução/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais informou, nesta quarta-feira (25), que identificou mais uma vítima do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O desastre, ocorrido em 25 de janeiro de 2019, deixou 270 pessoas mortas. Até o momento, com essa confirmação, foram identificadas 261 pessoas. 

O órgão ainda não informou se a identificação diz respeito ao corpo encontrado na área de buscas pelo Corpo de Bombeiros nesta semana. Os militares informaram ter encontrado o corpo de uma mulher durante as operações de resgate nesta terça-feira (24). Peritos da Polícia Civil foram até o local para dar início ao processo de perícia. Depois, o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal), em Belo Horizonte. 

A última vítima do rompimento da barragem de Brumadinho identificada pela Polícia Civil de Minas Gerais foi o soldador Renato Eustáquio de Sousa, que tinha 34 anos quando morreu no desastre ocorrido em 2019.

Um fragmento do fêmur de Renato foi encontrado em janeiro deste ano, em uma área de buscas na região do rompimento da barragem. A identificação, feita pelo IML (Instituto Médico-Legal), foi realizada por meio de exames de DNA e foi divulgada em maio.

Aguarde mais informações

Últimas