Minas Gerais Polícia investiga suposto estupro em banheiro de boate em BH

Polícia investiga suposto estupro em banheiro de boate em BH

A vítima seria uma cliente da casa de shows, de 20 anos, que denuncia ter sido abusada por um segurança do espaço

  • Minas Gerais | Antônio Paulo, da Record TV Minas

Reprodução / Google Street View

A Polícia Civil investiga uma denúncia de estupro que teria acontecido dentro de uma boate no bairro Funcionários, região Centro sul de Belo Horizonte. O suspeito do crime seria um segurança que trabalha no local. A suposta vítima é uma cliente da casa de festas, de 20 anos.

O crime teria ocorrido nesta segunda-feira (13), quando a jovem foi à boate para comemorar o aniversário da irmã, com alguns primos.

A vítima relatou à PM (Polícia Militar) que se lembrava de ter ido ao banheiro durante a festa, enquanto estava alcoolizada, e encontrar o homem. Ele teria a beijado e dito que “queria apenas o beijo”. A jovem afirma, no entanto, que ele pegou o copo de bebida de suas mãos e a estuprou em seguida.

Angustiada, ela teria pedido para ir embora da boate. Já em casa, a vítima relatou o problema para os pais e procurou a polícia. No boletim de ocorrência, a jovem conta que não se lembra de todos os detalhes devido à embriaguez.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Investigação a Crimes Sexuais. A Polícia Civil não informou se já identificou o suposto autor do crime. A reportagem tenta contato com a direção da boate.

Últimas