Minas Gerais Polícia ouve adolescente sobre morte de mulher em prédio de BH

Polícia ouve adolescente sobre morte de mulher em prédio de BH

Jovem estava na festa que acontecia no apartamento do bairro Castelo quando Hilma Morais caiu da cobertura; empresário diz que a mulher pulou

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

A Polícia Civil ouviu, na manhã desta quarta-feira (2), uma adolescente de 16 anos que estava no apartamento de onde uma administradora de imóveis caiu e morreu, no bairro Castelo, na região metropolitana de Belo Horizonte. O síndico do prédio também prestou depoimento.

A jovem estava com uma prima na festa que acontecia no local, no dia 20 de novembro, data da morte de Hilma Balsamão, de 38 anos. O boletim de ocorrência registrado pela PM (Polícia Militar) indica que a menor não viu o momento da queda.

Adolescente estava na festa com a prima

Adolescente estava na festa com a prima

Regiane Moreira / Record TV Minas

Ela relatou aos policiais que ouviu Hilma e o empresário Gustavo Veloso, dono do apartamento, discutindo. Os dois tinham um relacionamento casual, segundo o empresário.

A adolescente disse, ainda, que ouviu a administradora xingar o companheiro. Em seguida, teria escutado um barulho, quando descobriu que a mulher havia caído.

A menor chegou à delegacia por volta das 9h, com a prima que havia a levado para a festa. A adolescente não quis falar com a imprensa.

Veloso afirmou à polícia que a companheira se jogou da cobertura após a discussão. A família de Hilma, no entanto, questionou a versão e o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) assumiu às investigações.

Depoimentos

Outras duas pessoas prestaram depoimento nesta terça-feira (1º). Uma delas é a primeira da adolescente. No dia do incidente, a mulher de 39 anos relatou à PM que não sabia dizer a motivação da briga, uma vez que estava embriagada. Ela afirmou, ainda, que estava no andar de baixo no momento da queda e não presenciou o fato. Ela estava no local a convite de Hilma.

O segundo a prestar depoimento foi o cantor Weliton Costa, irmão do astro sertanejo Eduardo Costa. O artista havia sido contratado para tocar no evento. Após a queda, ele disse à polícia que também não estava na cobertura no momento em que Hilma teria se jogado.

Últimas