Minas Gerais Polícia resgata jovem torturada por integrantes de uma quadrilha em SP

Polícia resgata jovem torturada por integrantes de uma quadrilha em SP

Vítima foi sequestrada por quatro pessoas, teve o cabelo raspado, foi agredida e filmada depois de ter se envolvido com um integrante da quadrilha

Jovem foi torturada por 40 minutos

Jovem foi torturada por 40 minutos

Divulgação / Record TV Minas

A Polícia Civil de Minas Gerais resgatou uma jovem que estava em cárcere privado, em Campinas, no interior de São Paulo. A mulher, de 21 anos, é de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, e foi mantida refém por quatro integrantes de uma facção criminosa.

As três mulheres e um homem são suspeitos de sequestrar, torturar, filmar e publicar os crimes em uma rede social da vítima. Segundo a PC, a ação dos suspeitos foi motivada por um suposto envolvimento da jovem com o marido de uma das agressoras.

Em um dos vídeos publicados, a vítima aparece com os cabelos raspados, sentada em uma cama enquanto uma das mulheres a ameaça de morte caso ela procure o homem.

“Eu quero que tu fique bem longe dele, tu tá bem longe dele, tu nunca procura o Nunes porque se eu sonhar, eu vou te buscar lá na sua cidade, porque eu sei aonde você mora. Aonde tu tiver eu te mato (sic)”.

As torturas foram descobertas pela mãe da vítima, que além de ver as gravações que foram postadas em uma rede social, também recebeu áudios da agressora ameaçando a filha.

De acordo com a Polícia Civil de Minas, a mulher morava em Campinas, onde trabalhava como vendedora. Ela ficou no cativeiro por um dia. A corporação informou, também, que quando descobriram onde era o local, entraram em contato com a delegacia da cidade.

A investigação segue sob sigilo. Os autores foram identificados, mas ainda não foram presos.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli