Minas Gerais Policial é preso suspeito de matar namorada no interior de Minas

Policial é preso suspeito de matar namorada no interior de Minas

Vítima de 25 anos morreu com um tiro na nuca em Divisa Alegre; caso foi registrado como suicídio, mas família contestou versão

  • Minas Gerais | Túlio Lopes, da Record TV Minas

Jovem de 25 anos foi morta com um tiro na nuca

Jovem de 25 anos foi morta com um tiro na nuca

Reprodução / Record TV Minas

Foi preso, nesta quinta-feira (15), um policial militar suspeito de matar a namorada com um tiro na nuca em Divisa Alegre, a 700 km de Belo Horizonte.

Amauri dos Santos Araújo foi detido dentro do batalhão em que trabalha, na cidade de Cândido Sales, na Bahia. Ele teria assassinado a dentista Ana Luiza Souto, de 25 anos, em março deste ano. O caso havia sido registrado inicialmente como suicídio, mas a família da jovem contestou a versão.

Em depoimento prestado dias após a morte da jovem, o militar afirmou que, durante uma discussão, a dentista teria retirado a arma da cintura dele e atirado contra a própria cabeça. Mas o laudo do IML (Instituto Médico Legal) apontou que o disparo atingiu a nuca da vítima,  reforçando a suspeita de assassinato.

O casal esteve junto por quase dois anos e, de acordo com familiares, as brigas entre eles eram comum, e o suspeito teria um comportamento agressivo e possessivo. Após idas e vindas, o casal teria reatado o relacionamento cerca de 15 dias antes da morte de Ana Luiza.

Em nota, a Polícia Civil confirmou a prisão do suspeito, que foi levado ao Batalhão de Choque de Salvador, onde está à disposição da Justiça. O órgão afirmou que a investigação, iniciada como suicídio, agora aponta para feminicídio. O inquérito segue em andamento sob sigilo.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar mas, até o momento, não obteve retorno. A reportagem tenta contato com a defesa do suspeito.

Últimas