Minas Gerais Policial pega 37 anos de prisão por morte de universitário em Minas

Policial pega 37 anos de prisão por morte de universitário em Minas

Autor do crime também atirou em outras três pessoas em meio a uma discussão em uma festa em Montes Claros (MG)

  • Minas Gerais | Raphael Bicalho, da Record TV Minas

Luiz Fernando foi condenado após 5 anos

Luiz Fernando foi condenado após 5 anos

Reprodução/Record TV Minas

O policial penal Luiz Fernando Figueiredo foi condenado há 37 anos de prisão, nesta quarta-feira (24), por matar um universitário e atirar em outras três pessoas em Montes Claros, a 420 km de Belo Horizonte.

As vítimas foram baleadas durante uma festa, no dia 16 de abril de de 2016, em Montes Claros. A confusão começou por causa de uma bebida, que Luiz Fernando teria pegado da mesa da vítima sem autorização. O jovem o questionou e o policial atirou cinco vezes em sua direção.

Após o resultado do júri popular, o autor do crime foi encaminhado para o presídio de Bocaiúva, a 377 km de Belo Horizonte.

Para Sandra Maria da Silva, mãe da vítima, a decisão da justiça encerra um ciclo de sofrimento.

— Que ele pague preso e que meu filho vá poder descansar em paz. Foram cinco anos de muito sofrimento, com muita dor, de sensação de impunidade. Em um país onde a justiça não prevalece, apenas a criminalidade. Com a condenação, nós podemos acreditar que ainda existe justiça nesse país.

O pai do jovem, Afonso Cordeiro, esperava que a sentença fosse ainda maior.

— Pela brutalidade que foi, eu acho que a pena foi pequena, eu esperava uns 50 anos, mas a justiça foi feita.

Últimas