Novo Coronavírus

Minas Gerais Prefeitura de BH cassou alvará de 72 comércios abertos irregularmente

Prefeitura de BH cassou alvará de 72 comércios abertos irregularmente

Desde o início da pandemia, a Guarda Municipal já fez abordagens em mais de 40 mil estabelecimentos e 18 mil estavam funcionando de forma irregular

Guarda Municipal também faz abordagens a partir de denúncias de moradores

Guarda Municipal também faz abordagens a partir de denúncias de moradores

Reprodução/RecordTV Minas

A Prefeitura de Belo Horizonte já recolheu alvarás de 72 estabelecimentos que estava funcionando em desacordo ao decreto municipal que prevê somente a abertura de comércios essenciais na capital mineira. 

Desde o dia 20 de março, quando as regras passaram a valer, até às 9h desta segunda-feira (3), a Guarda Municipal realizou 41.117 abordagens a comércios, empresas e espaços públicos da capital. Essas ações resultaram no fechamento de 18.114 estabelecimentos, dos quais 72 tiveram o alvará recolhido. 

De acordo com a Guarda, as abordagens acontecem durante patrulhas preventivas de rotina que são realizadas espontaneamente ou após denúncias feitas por moradores nos canais da prefeitura. 

A corporação diz que continua a realizar o monitoramento do comércio e espaços públicos de Belo Horizonte e que, para isso, mantém todos os 2.064 agentes nas ruas, que estão divididos em turnos de atuação. 

Denúncias

A Prefeitura de Belo Horizonte continua recebendo denúncias de aglomerações e de estabelecimentos funcionando irregularmente pelo aplicativo PBH App ou pelo site da própria prefeitura. 

Últimas