Novo Coronavírus

Minas Gerais Prefeitura de BH não vai ampliar retomada do comércio na cidade

Prefeitura de BH não vai ampliar retomada do comércio na cidade

Equipe do prefeito Alexandre Kalil vai esperar mais uma semana para decidir se reabertura gradual pode continuar 

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Abertura do comércio está sob avaliação da prefeitura

Abertura do comércio está sob avaliação da prefeitura

Divulgação / PBH / Amira Hissa

Belo Horizonte não terá uma nova leva de comércios sendo autorizados a abrir as portas a partir desta segunda-feira (1º). A decisão foi divulgada pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) durante coletiva sexta-feira (29).

Na reunião, a equipe do prefeito fez um balanço da proliferação da covid-19 na cidade nesta semana, quando foi autorizada a retomada gradual do comércio na cidade. Kalil anunciou, ainda, que a equipe da prefeitura vai dar um prazo de mais uma semana para avaliar se o comércio pode seguir aberto na capital mineira.

Leia mais: Mortes por covid-19 em Minas dobram em duas semanas 

Na primeira fase, iniciada nesta segunda-feira (25), a prefeitura liberou o retorno de setores como salões de beleza, lojas varejistas e shoppings populares. Foram quase 10 mil empresas voltando a funcionar, o que representa um total de 30 mil trabalhadores de volta às ruas da cidade.

A previsão inicial da equipe de Kalil era que os comércios fossem reabertos gradualmente, seguindo pareceres divulgados pelos membros do comitê de combate à covid-19 na cidade. Os especialistas estão levando em consideração três índices:

• Número médio de transmissão por infectado;
• Taxa de ocupação dos leitos de enfermaria;
• Taxa de ocupação dos leitos de UTI;

Nesta quarta-feira (27), a prefeitura liberou o atendimento em bancos, casas lotéricas e agêncais dos Correios sem restrição de horário.

Últimas