Minas Gerais Presidente da Assembleia de MG testa positivo para covid-19

Presidente da Assembleia de MG testa positivo para covid-19

Equipe do deputado Agostinho Patrus (PV) afirma que o político teve sintomas leves e passará a cumprir a agenda oficial remotamente, de casa

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Agostinho Patrus se recupera em casa

Agostinho Patrus se recupera em casa

Divulgação / ALMG / Sarah Torres

Agostinho Patrus (PV), presidente da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), foi diagnosticado com covid-19, na noite desta segunda-feira (24).

De acordo com a assessoria do deputado, Patrus teve sintomas leves de gripe e passa bem. Ele não precisou ser internado e “permanecerá em recuperação em sua residência, seguindo todas as recomendações médicas”. Em nota, a equipe do deputado informou que ele vai cumprir a agenda oficial remotamente nos próximos dias.

Segundo a ALMG, seis funcionários da TV e Rádio Assembleia também já tiveram diagnóstico positivo para a doença. Outros 13 casos seguem em avaliação. A assessoria da Casa afirma que tem tomado uma série de medidas para garantir a segurança dos trabalhadores que não estão de home office.

Os funcionários foram colocados em salas diferentes para reduzir a concentração de pessoas em cada ambiente de trabalho e o sistema de limpeza foi reforçado. Além disto, todos as pessoas que circulam pelo local precisam adotar medidas sanitárias, como uso de máscara e álcool.

Até esta terça-feira (24), o boletim epdemiógico informou que o número de pessoas infectadas pela covid-19 em Minas chegou a 399.536. Outros 9.804 pacientes já morreram pela doença. Já 368.315 pessoas se curaram da covid-19 em Minas.

Veja a íntegra da nota da ALMG sobre os cuidados adotados:

“A Assembleia Legislativa tem adotado, desde o início da pandemia, todas as medidas necessárias para evitar a propagação da Covid-19 nas suas dependências, preservando a saúde de parlamentares, servidores e sociedade em geral.

Essas iniciativas foram reforçadas nas últimas semanas, tendo em vista a ampliação das atividades presenciais da Casa, especialmente por meio da sistematização do Plano de Ação Assembleia Segura. Esse plano contempla um conjunto de orientações e protocolos para enfrentamento do coronavírus, definidos pela área médica da instituição, seguindo as determinações das autoridades sanitárias.

O Plano Assembleia Segura contém regras de comportamento individual, como o uso obrigatório de máscara, o uso frequente de álcool em gel e o respeito ao distanciamento social. Reitera também as ações implementadas pela Casa, incluindo a medição de temperatura, o reforço na higienização dos ambientes, a limitação de ocupação dos espaços e a sinalização dos locais de circulação e de reunião.

Em relação à saúde de parlamentares e colaboradores, o Assembleia Segura estabelece protocolos a serem observados em caso de suspeita de Covid, com afastamento médico e encaminhamento para a realização de testes. Prevê, da mesma forma, atenção especial para as pessoas do grupo de risco, considerados aqueles com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes e lactantes, além dos portadores de doenças crônicas.

Em paralelo com todo esse esforço de prevenção e orientação, a Assembleia tem monitorado, de forma sistemática, os dados de contaminação pelo Covid, tanto no âmbito externo, quanto em relação aos públicos internos. A situação dos setores continua sendo acompanhada de perto nesta nova fase de ampliação dos trabalhos presenciais."

Últimas